SIPAT-2020 — O Cuidado, Base para um Ambiente Seguro

No dia 15/12/2020, às 09h00min, a Psicóloga Organizacional Marina Langoni deu prosseguimento às atividades da II SIPAT do Hospital Regional José Alencar (HRJA) com a palestra intitulada O Cuidado, Base para um Ambiente Seguro.


A palestra, realizada por intermédio de videoconferência, foi transmitida no anfiteatro da instituição, oportunidade na qual foram observadas pelos colaboradores todas as medidas de segurança e distanciamento social relacionadas ao combate à pandemia.



Como enfrentar um pouco melhor as situações que estão sendo vividas? A palestrante se propôs, com esta palestra, a trazer dicas e sugestões aos colaboradores do HRJA sobre como pensar no cuidado de uma forma geral.


O que é cuidado? Segundo o Dicionário Aurélio, consiste em submeter algo a uma rigorosa análise, meditada, pensada; implica aprimoramento; algo que é bem-feito. O comportamento, por seu turno, abrange uma conduta, uma atitude, uma ação, uma reação, um costume. Finalmente, seguro faz menção a algo protegido, que está livre do perigo.


Portanto, falar em cuidado como base de um comportamento seguro implica possuir uma percepção de risco muito boa, desejar um comportamento seguro para aqueles que estão conosco e, ao mesmo tempo, protegê-los; está relacionado à preocupação com proteger a si mesmo e a proteger os outros. As ações e reações devem ser coerentes com os resultados pretendidos.


A palestrante falou sobre a Pirâmide de Maslow, a qual define as cinco categorias de necessidades humanas: as fisiológicas, a segurança, o afeto, a estima e as relacionadas à autorrealização (realizações pessoais). Explicou que os níveis mais básicos são requisitos para que se alcance os níveis subsequentes, bem como que a segurança, encontrando-se no segundo nível, abrange o próprio corpo, a propriedade, a família, dentre outros aspectos, fazendo parte dos princípios básicos do ser humano. Explicou que a mudança de comportamento para uma modalidade mais segura demanda tempo e esforço; não ocorre repentinamente.


Marina Langoni falou sobre o isolamento, condição de vida que mudou drasticamente com o advento da pandemia e que possui um impacto comportamental muito grande. Todavia, realizou questionamentos quanto à modalidade de vida da sociedade antes da COVID-19, na qual já se caracterizava uma situação de isolamento social forte: as pessoas limitavam sua interação às redes sociais e, quando próximas fisicamente umas das outras, quase não interagiam; a diferença, explicou, é que no momento atual o isolamento está sendo notado e todos são obrigados a praticá-lo. Como consequência, surgem quadros de depressão, de solidão, de questionamentos de vida, de propósitos, de começar a olhar para o outro com mais intensidade, dentre outras. É cada vez mais importante que todos aprendam a avaliar a própria saúde mental e a buscar uma melhoria de atitudes e reações baseada em tudo o que está sendo vivido.


"A mudança de comportamento gera desconforto." (Marina Langoni)

A Psicóloga Organizacional destacou a ferramenta "roda da vida" por intermédio da qual é possível, mediante a atribuição de notas de 0 a 10 para setores da própria vida (vida social, vida profissional, vida interior, etc.), a realização de uma autoavaliação.


Reiterou a importância de cuidar primeiro de si mesmo para, depois, cuidar do outro, destacando como exemplo o caso dos aviões, nos quais é necessário primeiro vestir a própria máscara para, apenas depois, auxiliar a pessoa que está do lado.


Destacou que qualquer situação pela qual se passe na vida, a pessoa sempre terá liberdade de escolha sobre a forma como reagirá. É possível atribuir um novo significado a determinado evento e mudar de postura em relação àquele.


"O comportamento seguro nada mais é do que o cuidado genuíno: conosco ou com o outro." (Marina Langoni)

A palestra foi enriquecedora e contribuiu muito para o crescimento pessoal de todos os que tiveram a oportunidade de assisti-la.


Clique aqui para saber mais sobre as outras palestras da II SIPAT do HRJA.



IMPORTANTE: Destacamos que o HRJA atua como hospital de referência para o tratamento dos casos suspeitos e confirmados de infecção por COVID-19 de Uberaba e região dentro do âmbito do SUS e, como tal, observa em todas as atividades de caráter coletivo as medidas de segurança relacionadas à prevenção contra a disseminação e propagação do vírus, tais como o distanciamento social e o uso de equipamentos de proteção individual.

29 visualizações
Intranet.png

©2019 por Hospital Regional José Alencar

Rua Doutor Edelweiss Teixeira, n.º 101, Bairro Mercês — Uberaba/MG, CEP 38.061-515

Telefone: (34) 3334-7600

Termos de Uso e Política de Privacidade